Introdução

Uma vez que existem muitas religiões no mundo, uma mensagem enviada por Deus deve estar de acordo com os aspectos transcendentais das religiões que representam mais de cinquenta por cento da população mundial, ou seja, a percentagem que Abraão, considerado o Pai das religiões monoteístas atingiu (cristianismo, judaísmo e islamismo).

A Mensagem

Não falo com autoridade própria. O Pai enviou-me com esta mensagem para a vida eterna. (João 12, 49:50)

Se meditarmos a sua mensagem, compreenderemos a verdade. (João 8, 31:32)

O Pai semeou sementes, mas depois de as ter semeado, brotou uma erva que se alimenta da energia produzida pelas sementes. Se o Pai arranca a erva, as raízes da erva arrancam as sementes. (Mateus 13, 24:29).

A verdade, digo-vos, é que se as sementes não caírem na terra por si próprias, não germinam. Se germinam, dão fruto. (João 12, 24).

As sementes caem na terra, quer estejamos dormindo ou acordados, as sementes brotam e crescem sem que entendamos como (Marcos 4, 26:27).

As sementes caem na terra fértil se meditarmos na sua mensagem. (Mateus 13, 23).

Se nos aferrarmos à nossa vida neste mundo, perdê-la-emos. Se abandonarmos a nossa vida neste mundo, conservá-la-emos para a vida eterna. (João 12, 25).